Os números alarmantes de depressão existem, apesar de parecer existir um conhecimento claro acerca de tratamentos eficazes para esta situação. Superar a depressão parece ser possível, mas o acesso ao tratamento é difícil. Metade dos Europeus ainda não recebe tratamento adequado para a depressão, por diversas razões, tais como listas de espera, ou custos elevados. Portugal não é exceção, apresentando taxas muito elevadas de perturbações depressivas. O tratamento para a depressão ocorre maioritariamente ao nível dos cuidados de saúde primários recorrendo-se, por norma, ao tratamento psicofarmacológico, com escassa disponibilidade da psicoterapia, apesar de diferentes estudos científicos revelarem melhores resultados da psicoterapia a longo-prazo, em particular na prevenção de recaída. Recentemente, as abordagens baseadas na internet emergiram como uma possível alternativa a esta lacuna. Este projeto foca este problema, através de uma investigação acerca da eficácia clínica e o custo-eficácia da implementação de soluções combinadas de tratamentos empiricamente apoiados com abordagens baseadas na internet.
Assim sendo, este projeto pretende desenvolver e testar um formato de tratamento – terapia combinada cognitivo-comportamental (no original, bCBT) – que integra psicoterapia cognitivo-comportamental face-a-face, empiricamente apoiada, com aplicações móveis e plataformas web. O objectivo é contribuir para o desenvolvimento de soluções tecnológicas integradas que facilitem o acesso a cuidados de saúde apropriados.