A luta contra a depressão é uma prioridade da saúde em Portugal, onde o acesso a tratamentos eficazes é ainda escasso. Os tratamentos com meios digitais para a depressão têm como objetivo tornar mais fácil e mais eficaz o acesso a tratamentos empiricamente validados. No entanto, um dos principais problemas nos tratamentos com meios digitais para a depressão está relacionado com a avaliação da sua eficácia clínica e relação custo-eficácia na prática de rotina, nomeadamente com a sua capacidade de reduzir a carga da doença. Com a atual proposta, pretendemos responder a estes desafios, ao criar a primeira forma de terapia computorizada “combinada” para a depressão em Portugal – especificamente, combinando terapia cognitivo-comportamental e tratamentos com meios digitais. Pretendemos ainda clarificar a sua eficácia clínica e relação custo-eficácia através de um ensaio clínico, comparando, a nível clínico e de custo-efetividade, a terapia computorizada “combinada” e o tratamento usualmente utilizado nos centros de saúde de cuidados primários da área da cidade de Porto.